.Março 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Parabéns a Você...Hoje é ...

. Um Homem também Chora...

. Ele anda por aí

. Arte Popular ou nem por i...

. 17 anos depois...

. E começou a Campanha...

. "Não Exite!!!!"

. Sondagem pós-debate

. Anda cá ao pai!

. Boatos...

.links

.arquivos

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 29 de Março de 2004

O Regresso do Jorge

Tive muito tempo sem colocar os meus dedos a escreverem para este blog, os leitores do Sonhos Urbanos sabem o porquê (ok, o meu outro blog precisa de publicidade e é bom aproveitar este meu "tempo de antena". Interessa é agora estar outra vez aqui com vocês, quero começar por dizer que me sinto muito mais "comunicador" desde o meu último post por estas bandas.


É verdade, vou retomar o tema da comunicação para este blog. O que mudou em termos de comunicação é que passei a aceitar melhor as minhas dificuldades a comunicar (desde o momento em que eu e o PipinhoX decidimos criar este blog), ao aceitá-las pensei nelas e vi que havia pormenores fáceis de mudar.


Logo é isto que desejo partilhar com o leitor(a), a importância de pensar na comunicação que fazemos vulgarmente, analisarmos detalhadamente o que falha (logo temos de definir o que consideramos que é "acertar"), e alterarmos o processo de comunicação de forma a que preencha as nossas necessidades de comunicação.


Numa situação prática, trocamos um olhar com uma rapariga que achamos interessante e por algum motivo achamos que será possivel surgir uma comunicação igualmente interessante com ela, o que é que nos impede de aproximar? Muitas vezes, no meu caso, fico impedido por aquilo que imagino que ela vai pensar ao ser abordada. Reparem, "impedido por aquilo que imagino" ou seja é algo que eu criei, baseado em quê? Tudo isto é importante, as nossas crenças moldam o nosso comportamento. Há que ter cuidado com a auto-sabotagem que é possivel fazermos.


Espero nos próximos dias retomar este assunto, pois neste momento tenho que sair do computador. Abraço. Ass: Jorge Amorim

publicado por Phil às 00:09
link do post | comentar | favorito
|